BEM-VINDO!

O PRAXIS-EA/UFMG é grupo de pesquisa do CNPq, sediado pelo Departamento de Projetos (PRJ) e pelo Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo (NPGAU) da Escola de Arquitetura da UFMG (EA/UFMG), com projetos financiados e/ou apoiados por CNPq, Capes, PRPq e ProEx/UFMG, Ford Foundation, FUSP e Fapemig. O grupo participou do Programa Grupos de Pesquisa do Instituto de Estudos Avançados Transdisciplinares (IEAT/UFMG – 2021-2023).

O grupo agrega pesquisadores da EA/UFMG e de outras instituições, graduandos e pós-graduandos, com o objetivo comum de investigar o espaço urbano como meio estruturado e estruturante da vida cotidiana.

leia mais

Livro download gratuito

“O sistema de exclusão na cidade neoliberal brasileira pode ser pensado como resultado de um desencantamento intelectual transformado em potência criativa. Denise Morado nos convida a percorrer seu caminho de busca por novos instrumentos metodológicos capazes de desvendar as percepções e (re)ações dos dominados às práticas excludentes que conformam a vida urbana brasileira, desnaturalizando o “sistema de exclusão”. Trata-se de uma busca motivada pela frustração frente à falta de efetividade do conhecimento produzido pelos estudos urbanos na construção de uma cidade mais justa. Frustração de uma intelectual que há anos se embrenha nas periferias da grande metrópole e se compromete com os que ali vivem, tentando apreender e compreender a complexidade da produção desses lugares. Os anos passam e a tragédia urbana se aprofunda.” [Luciana Lago, UFRJ]
.
“Neste livro, O sistema de exclusão na cidade neoliberal brasileira, Denise Morado lança seu olhar sensível e técnico, incansável e investigativo sobre a cidade, buscando compreender o fenômeno da exclusão, estrutura sustentada por sintomatologias recorrentes”. [Jussara César e Melo, Instituto Jung MG]

Clique aqui.

NOTÍCIAS

2 weeks ago

Praxis Ea-ufmg

ARTIGO
Caminhos da Serra: leitura da paisagem e diretrizes projetuais transescalares para a preservação ambiental, por Daniel Medeiros de Freitas e Ana Clara Vargas de Melo.
Cadernos ProArq 41, 2023.
.
O artigo registra uma experiência de cartografia e leitura dos caminhos existentes e potenciais localizados na Serra do Curral em Belo Horizonte com ênfase na escala do corpo e na percepção de quem frequenta o local. O trabalho dialoga com diferentes escalas de planejamento e ação sobre o espaço urbano e natural, se orientando pelo combate à expansão da mineração sobre a Serra do Curral e pelos esforços de implementação da Trama Verde Azul na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Por meio da leitura da escala local e da elaboração de uma extensa cartografia dos percursos, busca-se delinear alternativas de resistência articuladas, mas não limitadas, aos instrumentos de planejamento territorial e de proteção ambiental em vigor ou em vias de implementação. A metodologia de mapeamento dos percursos vem sendo desenvolvida por meio de atividades acadêmicas extensionistas e de ensino de projeto urbano iniciadas em 2019, às quais esteve vinculado o Trabalho de Conclusão de Curso específico sobre os percursos na Serra do Curral no qual foram produzidas as cartografias e propostas aqui apresentadas. O trabalho revela as diferentes dimensões das práticas de quem vive e frequenta a região, potencializando usos e propondo diretrizes de intervenção e gestão voltadas para a adequação da estrutura física e fomento às ações cotidianas e de resistência capazes de dar ampla visibilidade para o atual embate político e econômico observado no local. O texto avança na discussão relacionada ao conceito de paisagem, especialmente no que se refere ao campo da ecologia política do espaço, da revisão das relações entre urbano e natural e nas propostas transescalares de intervenção e gestão espaciais.
.
Disponível em [cadernos.proarq.fau.ufrj.br/public/docs/CP_41_PROARQ__12.pdf]
... See MoreSee Less

View on Facebook

2 weeks ago

Praxis Ea-ufmg

PESQUISA
Outra lógica da prática para moradia e cidade: o direito de existir.
.
Propomos a transposição das abordagens transdisciplinares - Linguagem de padrões, Arquitetura-Suporte, Ecologia política da urbanização, Leitura do lugar, Intervenções mnemônicas, Territórios minerários - como subsídios para, criticamente, se desvelar uma outra lógica da prática para a moradia e a cidade que alicerce instrumentos de projeto e planejamento e de políticas públicas inclusivos, resilientes e sustentáveis, contrários às estratégias unilaterais, institucionais e tecnicistas próprias da cidade neoliberal. A proposta deverá originar novos conhecimentos teórico-metodológicos e resultados propositivos inovadores no sentido de ampliar e assegurar aos moradores o direito de existir, isto é, poderem livremente pensar e agir na cidade a partir das diferenças que lhes constituem.
.
PARCEIROS: EA/UFMG, UFOP, The Behner Stiefel Center for Brazilian Studies (San Diego State University/EUA)
.
APOIO: CNPq, ProEx/UFMG, PRPq/UFMG
praxis.arq.ufmg.br/outra-logica-pratica/
... See MoreSee Less

View on Facebook